Regulamento

Regulamento – OQRJ


 

Enade2015



 

REGULAMENTO

I- PARTICIPANTES:

A Olimpíada de Química do Rio de Janeiro (OQRJ) é dedicada aos alunos do Estado do Rio de Janeiro, regularmente matriculados nas escolas e/ou instituições de Ensino Médio Regular e/ou Técnico, públicas ou particulares.

Não é permitida a participação de alunos do Ensino Fundamental, de alunos que já tenham concluído o Ensino Médio, ou de alunos de curso preparatório.

Alunos que estudam em mais de uma Instituição de Ensino só podem participar da OQRJ por uma delas.

Caso haja algum caso dos citados acima, o aluno e o colégio ficarão sujeitos a penalidades indicadas abaixo.

II- PENALIDADES:

As penalidades, que podem ir de exclusão do aluno até a desclassificação da instituição, e consequentemente de todos os seus alunos, serão determinadas pela Comissão Organizadora da OQRJ, em reunião do Colegiado, quando da ocorrência do fato.

III- OBJETIVOS:

A OQRJ tem como objetivos principais:

  1. despertar e estimular o interesse pela Química;
  2. proporcionar desafios aos estudantes;
  3. aproximar a universidade do ensino médio;
  4. identificar os estudantes talentosos em Química, preparando-os para as olimpíadas nacional (OBQ) e internacionais (OIAQ e IChO), estimulando-os a seguir carreiras científico-tecnológicas;
  5. aperfeiçoar a capacitação dos professores;
  6. influenciar na melhoria do ensino.

IV- MODALIDADES:

A OQRJ será realizada anualmente em três modalidades, de acordo com a escolaridade do aluno:

Modalidade EM1- para alunos devidamente matriculados na 1ªsérie do Ensino Médio, quando da realização da prova da OQRJ.

Modalidade EM2 – para alunos devidamente matriculados na 2ª série do Ensino Médio, quando da realização da prova da OQRJ.

Modalidade EM3 – para alunos devidamente matriculados na 3ª série do Ensino Médio, quando da realização da prova da OQRJ.

V- FASES:

A OQRJ será realizada em duas fases, sendo a 1ª fase objetiva e a 2ª fazer discursiva e prática (demonstrativa em vídeo).

Obs.: Só participarão da 2ª fase os alunos que tiverem obtido nota maior ou igual à nota de corte estabelecida pela Comissão Organizadora na prova objetiva da 1ª fase. A nota de corte será estabelecida após todas as escolas enviarem para a Comissão Organizadora a planilha com as notas obtidas pelos alunos na 1ª fase.

VI- ESTRUTURA DAS PROVAS:

Para todas as modalidades, ter-se-á uma prova objetiva com 20 questões na 1ª fase (1,00 ponto cada), realizada na própria escola do aluno com duração de 2 horas. Destas 20 questões, pelo menos 15 serão inéditas e as demais poderão ser inéditas, ou adaptadas ou de outras olimpíadas, inclusive internacionais.

A 2ª fase será dividida em 2 etapas, e será realizada em local a ser divulgado pela Comissão Organizadora, juntamente com a listagem dos alunos classificados na 1ª fase.

– 1ª etapa = prova prática. A prática será exibida em vídeo (2 vezes) de no máximo 10 minutos. Em seguida os alunos terão o prazo de 1h para responderem as perguntas sobre a prática. Esta etapa valerá 20 pontos.

– 2ª etapa = prova discursiva. A prova discursiva terá 03 questões discursivas (20,00 pontos cada) com duração de 2 horas. Destas 03 questões, pelo menos 02 serão inéditas e 01 poderá ser inédita, ou adaptada ou de outras olimpíadas, inclusive internacionais.

Obs.: Para o aluno poder realizar a prova da 2ª fase será obrigatória a apresentação de uma declaração de matrícula original, emitida pela escola dentro de um prazo máximo de 05 dias antes da prova, devidamente assinada pela direção e com o carimbo da escola. Caso a escola tenha mais de um aluno classificado para a segunda fase, ela deverá colocar o nome de todos os alunos, na mesma declaração. A declaração deverá ser enviada por e-mail.

VII- ELABORAÇÃO DAS PROVAS E RESPONSABILIDADES DA BANCA:

A Comissão Organizadora será responsável por:

  1. elaborar as questões e suas respectivas soluções das provas das três modalidades;
  2. submeter o trabalho aos demais membros da comissão para verificação da adequação;
  3. elaborar os critérios de correção para as provas;
  4. corrigir as questões discursivas;
  5. decidir em Colegiado os critérios finais de premiação;
  6. divulgar o gabarito da 1ª fase no dia útil seguinte a realização da prova;

Obs.: O gabarito da 2ª fase não será divulgado.

VIII- COORDENAÇÃO:

  • Coordenação Estadual:

A coordenação estadual tem poder decisório sobre qualquer situação conflitante que venha a ocorrer na OQRJ.

  • Coordenação na Instituição:

Cada instituição de ensino deverá indicar um professor, que será denominado representante da OQRJ na instituição, que estará em permanente contato com a Comissão Organizadora, e que deverá estar ciente do presente regulamento e de quaisquer alterações que nele possam vir a ocorrer.

  • Responsabilidade da Coordenação na Instituição:

1) A manutenção do sigilo das provas da 1ª fase, que lhes serão enviadas com antecedência em pdf via e-mail. Poderá haver punições à instituição, determinadas pela Comissão Organizadora, em caso de se notar qualquer tentativa de divulgação das questões das provas antes da data e horário previstos para sua aplicação.

2) O representante da OQRJ na instituição é responsável pela correção das questões objetivas de acordo com o gabarito oficial da OQRJ e envio das notas com os nomes completos dos alunos correspondentes, referentes a 1ª fase da olimpíada, através da planilha que será enviada junto com o gabarito da 1ª fase pela Comissão Organizadora, na data pré-estabelecida em calendário.

Obs.: O preenchimento da planilha de resultados da 1ª fase deve ser feito em ordem de pontuação, e havendo mais de um aluno com a mesma pontuação, o critério deve ser apenas a ordem alfabética dos nomes.

IX- REALIZAÇÃO DA OQRJ:

A 1ª fase da OQRJ será realizada em todos os colégios inscritos, no dia e horário estabelecidos pela Comissão Organizadora.

A responsabilidade do recebimento da prova, impressão, aplicação, correção das questões objetivas e transmissão dos dados a comissão organizadora no prazo estipulado é exclusivamente do representante da OQRJ na instituição.

Alunos de instituições de ensino médio, que não tenham se inscrito para realizar a OQRJ podem solicitar a comissão organizadora para fazer a prova sob sua responsabilidade direta, se por qualquer razão não for possível fazer a prova na sua instituição de ensino. Este pedido deve ser realizado com antecedência mínima de 20 dias da realização da 1ª fase. Cabe a Comissão Organizadora analisar se tal pedido é viável e procedente. Sendo o pedido viável e procedente, a comissão organizadora irá indicar ao aluno, por e-mail, o local em que ele deverá realizar a prova da 1ª fase.

X- A PARTICIPAÇÃO NA OBQ:

Até os vinte e cinco primeiros colocados na classificação final da OQRJ nas modalidades EM1 e EM2 serão inscritos na Olimpíada Brasileira de Química (OBQ) do ano seguinte, respectivamente, nas modalidades A e B. Caso algum aluno destes 50 classificados desista previamente de participar, o aluno premiado seguinte na modalidade de desistência será convidado a participar.

Ressaltamos que este quantitativo de 50 alunos é o número que nos é permitido, enquanto OQRJ, para inscrição na OBQ. Desta forma, poderemos ter 25 alunos de cada modalidade (EM1 e EM2), ou um quantitativo diferente deste, desde que, o total de alunos inscritos na OBQ não ultrapasse 50 alunos.

A prova nacional da OBQ (fase III) será realizada na data estipulada pela Coordenação Nacional das Olimpíadas de Química em local a ser divulgado pela Comissão Organizadora da OQRJ. Cabe à Comissão Organizadora da OQRJ, aplicar a prova da fase III da OBQ e enviar as provas para a Coordenação Nacional das Olimpíadas de Química, que efetuará a correção das mesmas.

XI- CRITÉRIOS DE INSCRIÇÃO:

A inscrição da escola para sua participação na OQRJ deverá ser feita, no período estipulado no calendário anual, pela Comissão Organizadora, através do preenchimento da ficha de inscrição da escola e seu envio para o e-mail da OQRJ (oqrj@ifrj.edu.br). Mesmo que a escola já tenha se cadastrado junto à OQRJ em anos anteriores, ela deverá preencher a ficha de inscrição novamente.

Cada colégio poderá inscrever todos os estudantes interessados. Não existe nenhuma limitação no número de alunos por instituição e todo aluno que desejar, deve participar. Não é necessário enviar os nomes dos alunos que participarão da OQRJ.

A existência da OQRJ deve ser amplamente divulgada na instituição cadastrada.

A inscrição da escola será feita apenas pelo representante da instituição no prazo estipulado pela Comissão Organizadora.

XII- A PONTUAÇÃO E O CRITÉRIO PARA CORREÇÃO:

1) As 20 questões objetivas da 1ª fase terão o valor de 1,00 ponto cada, e sua correção será de responsabilidade do representante da OQRJ na instituição, com base no gabarito enviado pela Comissão Organizadora.

2) As questões das provas discursiva e prática, na 2ª fase, serão corrigidas pela banca responsável pela elaboração da prova.

3) A prova da 2ª fase só será realizada pelos alunos que tiverem obtido na 1ª fase, nota maior ou igual à nota de corte estabelecida pela Comissão Organizadora.

4) A classificação final da OQRJ será dada em ordem decrescente de Nota Final. A Nota Final será obtida pela soma simples das notas da 1ª e 2ª fases, podendo assim variar de 0,00 (ZERO) a 100,00 (CEM) pontos.

XIII- PEDIDOS DE REVISÃO DE PROVA:

1) O pedido de revisão do gabarito da prova objetiva (1ª fase) deverá ser feito, exclusivamente, pelo professor/coordenador da instituição de ensino do aluno, em até 48 horas após a divulgação do gabarito da mesma. O pedido deverá ser realizado, pelo e-mail da OQRJ (oqrj@ifrj.edu.br). O resultado da revisão será divulgado no site da OQRJ, em até 5 dias úteis após o encerramento do prazo de solicitação da revisão.

2) O pedido de revisão de nota da prova discursiva (2ª fase) deverá ser feito, exclusivamente, pelo professor/coordenador da instituição de ensino do aluno, em até 48 horas após a divulgação do resultado final. O pedido deverá ser realizado, pelo e-mail da OQRJ (oqrj@ifrj.edu.br). O resultado da revisão será divulgado no site da OQRJ, em até 5 dias úteis após o encerramento do prazo de solicitação da revisão.

XIV- CURSO DE APROFUNDAMENTO VISANDO A OBQ:

Será oferecido aos alunos medalhistas nas Modalidades EM1 e EM2, e na OBQJr (Olimpíada Brasileira de Química Júnior) um curso de aprofundamento visando à realização da prova da fase III da OBQ, Modalidades A e B do ano seguinte. O curso será ministrado no ano de realização da prova da OBQ (ano seguinte da realização da OQRJ), em local, data e período a ser divulgado pela Comissão Organizadora no site da OQRJ, até o dia 20/04.

XV- A PREMIAÇÃO:

Serão oferecidas, aos alunos, Medalhas de Ouro, Prata e Bronze. As quantidades de medalhas oferecidas serão determinadas pela Comissão Organizadora, em função do resultado final.

Poderão ser oferecidas Menções Honrosas a critério da Comissão Organizadora.

Em caso de patrocínio, serão oferecidos troféus para os alunos mais bem classificados em cada modalidade, e para as escolas mais bem pontuadas, de acordo, com o critério indicado abaixo:

– medalhas de ouro = 10 pontos por aluno;

– medalhas de prata = 6 pontos por aluno;

– medalhas de bronze = 3 pontos por aluno.

Obs.: A Comissão Organizadora estará pronta a oferecer uma declaração ao professor/coordenador representante da instituição de ensino junto a OQRJ, para engrandecimento de seu currículo. Esta declaração deverá ser solicitada pelo e-mail da OQRJ (oqrj@ifrj.edu.br), somente após a divulgação do resultado final. A mesma será entregue na Cerimônia de Encerramento.

XVI- A CERIMÔNIA DE PREMIAÇÃO:

A cerimônia de premiação da OQRJ será realizada em local e data a serem determinados pela Comissão Organizadora. No entanto, a Comissão Organizadora não irá arcar com o translado, hospedagem e demais despesas de alunos, que necessitem se locomover até o local determinado.

XVII- ANEXOS:

1) O CADASTRAMENTO DA INSTITUIÇÃO:

Qualquer instituição de ensino médio do estado do Rio de Janeiro poderá se cadastrar para participar da OQRJ. A inscrição deverá ser feita pelo e-mail: oqrj@ifrj.edu.br, ou em local indicado pela Comissão Organizadora.

2) A CONTRAPARTIDA DOS COLÉGIOS:

A Comissão Organizadora solicita às instituições a colaboração para tornar exequível a realização da OQRJ em âmbito estadual nos seguintes aspectos:

  1. nomear um professor e/ou coordenador representante da OQRJ na instituição;
  2. incluir no calendário as datas da OQRJ para que não haja colisões com as atividades da instituição;
  3. reproduzir as provas da 1ª fase da OQRJ para os alunos participantes;
  4. promover a divulgação das atividades da OQRJ e organizar a infraestrutura para a realização das provas;
  5. envolver os professores e alunos nas atividades da OQRJ.

3) SEQÜÊNCIA DE PROCEDIMENTOS DOS REPRESENTANTES E COORDENADORES DAS ESOLAS:

  1. no início do ano letivo todos devem divulgar a realização da OQRJ;
  2. as escolas se inscrevem por e-mail (oqrj@ifrj.edu.br), ou através de um link indicado pela comissão organizadora;
  3. os representantes em cada colégio recebem a prova em pdf por e-mail;
  4. os representantes nos colégios providenciam a impressão e a aplicação da prova de 1ª fase, a correção de acordo com o gabarito divulgado após a realização da prova, e, em seguida, transmite o resultado a Comissão Organizadora constando o nome e a pontuação de cada aluno na 1ª fase, através da planilha que será enviada junto com o gabarito;
  5. após a divulgação da nota de corte da 1ª fase, os representantes de cada colégio devem avisar aos alunos classificados para a 2ª fase, a data de realização, o horário e o lugar estabelecido pela Comissão Organizadora da OQRJ.

4) CALENDÁRIO:

O calendário da OQRJ será determinado anualmente pela Comissão Organizadora e divulgado por e-mail e no site da OQRJ (https://sites.google.com/site/olimpiadadequimicarj/).

5) PROGRAMA DAS PROVAS:

  • MODALIDADE EM1
  • 1ª FASE:
  1. Matéria: elemento, substância, mistura. Processos de separação de misturas. Alotropia. Propriedades físicas: ponto de fusão, ponto de ebulição, densidade. Critérios de pureza. Fenômenos físicos e químicos.
  2. Átomo: prótons, nêutrons, elétrons. Isótopos, isóbaros, isótonos e isoeletrônicos.
  3. Modelos atômicos: modelo mecânico-clássico e mecânico-ondulatório. Números quânticos, orbitais atômicos puros e híbridos. Configurações eletrônicas.
  4. Tabela periódica: nomes e símbolos dos elementos; Grupos e períodos. Propriedades periódicas. Classificação dos elementos em metais, não-metais, gases nobres e elementos de transição.
  5. Ligações químicas: regra do octeto-dueto, ligações iônicas, covalentes, metálicas – forças intermoleculares. Polaridade das moléculas e das ligações. Fórmulas eletrônicas (Lewis) e estrutural. Geometria molecular. Solubilidade.
  6. Número de oxidação: nox fixos e variáveis. Carga real.
  7. Química ambiental: chuva ácida, camada de ozônio, poluição do ar, poluição da água.
  • 2ª FASE:

CONTEÚDO INTEGRAL DA 1ª FASE +:

  1. Reações químicas: Leis Ponderais. Estequiometria. Cálculos com porcentagem de pureza e rendimento. Balanceamento. Classificação das reações: síntese, análise, deslocamento, dupla troca, óxido-redução.
  2. Funções inorgânicas: nomenclatura de ácidos, bases, sais, óxidos e hidretos. Propriedades químicas das principais funções inorgânicas.
  3. Química Verde.
  4. Laboratório: noções de segurança. Vidraria e seu emprego. Técnicas básicas de separação de substâncias.
  • MODALIDADE EM2
  • 1ª FASE:

CONTEÚDO INTEGRAL DA 2ª FASE DA MODALIDADE EM1 +:

  1. Soluções: soluções verdadeiras e soluções coloidais. Solubilidade em função da temperatura. Unidades de concentração. Cálculos de diluição e mistura. Titulometria.
  2. Propriedades coligativas: tonometria, ebuliometria, criometria e osmometria. Soluções iônicas e moleculares.
  3. Termoquímica: reações endotérmicas e exotérmicas. Entalpia: lei de entalpia de reação (formação, combustão, neutralização). Entropia. Energia livre. Lei de Hess.
  4. Gases: Lei de Boyle, Charles, Gay-Lussac. Equação de gases ideais. Transformações: isotérmicas, isobáricas e isocóricas. Misturas gasosas: pressão parcial, Lei de Dalton. Volume molar. Lei de Graham.
  5. Átomo de carbono. Tipos de carbono. Carbono assimétrico. Cadeias carbônicas. Classificação de cadeias carbônicas.
  6. Fórmula bastão e fórmula molecular de compostos orgânicos.
  7. Funções orgânicas: nomenclaturas (oficial e usual).
  • 2ª FASE:

CONTEÚDO INTEGRAL DA 1ª FASE +:

  1. Cinética Química. Velocidade de reação: fatores que influem na velocidade das reações. Lei da ação das massas. Ordem de reação e molecularidade. Lei de velocidade. Energia de ativação. Catálise.
  2. Equilíbrio químico homogêneo. Constante de equilíbrio. Deslocamento de equilíbrio: princípio de Le Chatelier.
  3. Equilíbrio iônico: produto de solubilidade, hidrólise, pH e pOH.
  4. Isomeria: constitucional ou estrutural (plana), diastereoisomeria (geométrica) e estereoisomeria (óptica).
  • MODALIDADE EM3
  • 1ª FASE:

CONTEÚDO INTEGRAL DA 2ª FASE DA MODALIDADE EM2 +:

  1. Radioatividade: características das radiações alfa, beta, gama, raios-X. Séries radioativas, meia-vida. Efeitos biológicos das radiações.
  • 2ª FASE:

CONTEÚDO INTEGRAL DA 1ª FASE +:

  1. Eletroquímica. Pilhas. Potenciais de óxido-redução. Equação de Nernst. Eletrólise: sais fundidos e soluções aquosas. Faraday.
  2. Reações orgânicas: adição, eliminação, substituição, oxidação, redução e polimerização.
  3. Polímeros: produção e utilizações.

 

2